Nesta disciplina, pretendemos trabalhar, uma Introdução ao pensamento Antropológico; cultura organizacional; identidade; consumo; globalização e transnacionalização; multicultiuralismo; diferenças regionais; análises antropológicas.

Nosso objetivo é 

Produzir conhecimentos a respeito do método Antropológico e sua possível utilização nas

organizações.

-Proporcionar ao acadêmico, conhecimentos sobre temas fundamentais para ajudar o

Administrador contemporâneo a lidar com grupos no interior das empresas e com as relações

sociais existentes na sociedade em geral.

-Desenvolver a capacidade do acadêmico em realizar análises qualitativas sobre as diferentes

culturas e a sua importância para a sociedade e para o mercado.

- Apresentar o conceito de cultura e suas implicações no campo da \"cultura organizacional\";

- Preparar o aluno para a compreensão da sociedade contemporânea;

- Instrumentalizar o aluno para a análise dos diferentes modos de participar da \"cultura\" através

do estudo dos marcadores sociais da diferença.

Sociologia e Ciência Política Aplicada a Administração. Introdução ao pensamento científico das disciplinas referidas. Revolução Industrial e o advento do Modo de Produção Capitalista.

Conceitos básicos das teorias clássicas de Durkheim, Marx e Weber. Conceitos básicos da Ciência Política: as principais questões decorrentes da relação entre poder. Estado e classes sociais, seus

efeitos sobre a problemática da cidadania e sobre as empresas atuais. As relações entre o Estado, as empresas contemporâneas e a sociedade. Responsabilidade Social da Empresa. O Afro

descendente e as organizações no Brasil. Sustentabilidade Local. Cooperativismo. Os conceitos básicos da Sociologia: os tipos de relações sociais; o sistema de estratificação social e a estrutura

de classes sociais. A noção de estrutura social e seus componentes, ressaltando nas práticas econômicas as condições da força de trabalho, as relações de produção e o processo de globalização

Objetivo do curso

- Reconhecer a importância da filosofia do pensamento; - Despertar a consciência crítica em torna da realidade em que vivemos. Implicações da Filosofia com a Ciência, a História e a ação no homem de hoje; - Construir uma concepção de homem moderno essencialmente vinculada a uma perspectiva ética para o exercício de sua liberdade


Ementa 

Filosofia: origem, história e evolução. Períodos filosóficos (antigo, medieval, moderno e contemporâneo), características e principais pensadores. O conhecimento. Estruturas e posições gnosiológicas. Teoria dos objetos. Teoria dos valores. Ontologia da vida e da pessoa humana. Problemas filosóficos: conhecimento, moral, ética e liberdade. Conceito de ética. Relação da ética com outras ciências. A ética e a vida.

A disciplina tem como objetivo compreender as classificações dos recursos materiais, administrar de forma correta os estoques, estabelecer uma política adequada de suprimentos, a correta armazenagem e controle de materiais fatores que são essenciais para a boa administração efetiva e correta dos materiais. 

O objetivo do curso é  oferecer uma visão integrada e objetiva do conjunto de noções teóricas e práticas sobre a Administração da Produção, contemplando os conceitos e princípios fundamentais, evidenciando a visão globalizada dos negócios e da gestão, examinando as relações da produção com as demais áreas de atividade da organização, bem como os conflitos e as formas de neutralizá-los. Objetiva, ainda, mostrar o perfil exigido do profissional de produção nos tempos atuais, marcados

por mudanças e complexidade.

Ementa do Curso: Contexto histórico do surgimento do cooperativismo. Legislação e os Órgãos de representação do cooperativismo. Discussão teórica da ideologia cooperativista. Classificação e organização das cooperativas. Políticas públicas e Economia Solidária. Iniciativas de Economia Solidária. Conceitos de Terceiro Setor, Autogestão, Economia Social e Economia Solidária. Natureza e ação socioeconômica de organizações não governamentais, fundações, institutos, cooperativas, associações comunitárias, organizações da sociedade civil de caráter público (OSCIP) e de entidades filantrópicas. Delineamento do campo científico de estudo dessas organizações.